Alimentação Saudável e Treino Personalizado: Dupla de Sucesso!

Alimentação Saudável e Treino Personalizado: Dupla de Sucesso!

Alimentação saudável e treino personalizado formam, sem sombra de dúvidas, uma dupla de sucesso. À exceção de casos com patologias identificadas, a prática de exercício físico, acompanhada de uma alimentação saudável, traduz-se naturalmente e rapidamente em resultados favoráveis.

O treino personalizado é orientado por um profissional qualificado, com competências para prescrever um programa individual totalmente adaptado às características físicas, objetivos, desafios e necessidades de cada pessoa.

Um personal trainer é um companheiro de jornada para um estilo de vida e uma condição física saudáveis. Não é a “pílula mágica” que resolve todos os seus problemas de saúde, mas será certamente um grande aliado na definição e persecução dos seus objetivos de saúde e bem-estar, sempre dependentes do tempo e grau de compromisso que investir.

Há, porém, quem se esqueça de que o desporto deve ser complementado com uma alimentação saudável, e vice-versa, comprometendo a sua saúde.

 

6 Benefícios de treinar com um personal trainer:

1. Avaliação física individualizada: Permite conhecer a condição física, hábitos alimentares, problemas de saúde e estilo de vida dos praticantes. Estas características são fundamentais para a prescrição e adaptação do treino, bem como para as recomendações alimentares e de estilo de vida feitas pelo personal trainer.

2. Estruturação e planeamento do treino personalizado. Desenvolvimento e conceção de um planeamento faseado, evolutivo e totalmente individualizado para o alcance dos objetivos definidos entre o praticante e o profissional especializado.

3. Constante correção de postura, que evitará lesões físicas. A realização repetitiva de movimentos incorretos durante o treino pode gerar graves lesões físicas, que serão evitadas com o acompanhamento e supervisão de um personal trainer. O treino personalizado é aconselhado a qualquer pessoa, especialmente aos principiantes e àqueles que não têm conhecimentos teóricos e práticos de treino.

4. Motivação. Através do treino personalizado, terá um profissional especializado que o encorajará constantemente a alcançar os seus objetivos, aumentando o seu grau de motivação e reajustando o plano de ação sempre que necessário.

5. Compromisso. O estabelecimento de um horário e a continuidade da rotina de treino agendada com o personal trainer aumentam, em grande escala, o grau de compromisso do atleta.

6. Resultados mais rápidos. A junção de todos os benefícios acima descritos culmina no alcance muito mais rápido dos seus objetivos pessoais de saúde e bem-estar.

 

6 Benefícios de adotar uma alimentação saudável:

1. Elevados níveis de energia, que o manterão ativo e em alto desempenho durante o dia.

2. Controlo de peso.

3. Prevenção de problemas de saúde, tais como obesidade, diabetes e problemas cardíacos.

4. Melhoria do humor. Uma alimentação saudável promove bem-estar e alegria, aumentando os níveis de serotonina.

5. Regulação do organismo, que necessita de um conjunto vasto de nutrientes para o seu bom funcionamento. Uma alimentação saudável fornece todos os nutrientes necessários, contribuindo para o funcionamento adequado de cada um dos nossos órgãos.

6. Longevidade. Uma alimentação saudável traduz-se em anos de vida.

 

A importância de combinar treino personalizado com alimentação saudável

Há quem acredite que a prática isolada de exercício resolverá todos os seus problemas, quer sejam o excesso de peso, uma condição física debilitada ou a falta de massa muscular. No entanto, para que estes problemas sejam contornados, é necessário aliar o desporto a uma alimentação saudável.

Uma semana tem 168 horas. Se retirarmos 56 horas de descanso semanal e passarmos 4 horas no ginásio, restam-nos 108 horas semanais em que estamos acordados e em que devemos cuidar no nosso corpo.
Assim, é fácil perceber que, se apenas 2% do nosso tempo semanal é passado em atividade física, a importância de manter uma alimentação saudável é fundamental para alcançarmos os nossos objetivos.

Muitas pessoas acreditam que diminuir a ingestão de alimentos contribui exclusivamente para a redução da massa gorda. O que se esconde por detrás deste mito é que, sem a prática de exercício físico, prejudicamos o funcionamento do nosso organismo.

A restrição excessiva de hidratos de carbono pode resultar numa falsa vitória. Isto porque compromete a ingestão necessária de nutrientes, que fornecem energia para as atividades metabólicas, o bom funcionamento dos órgãos e a redução da massa magra (músculos).

De facto, verifica-se uma perda de peso, mas esta não é eficaz. Sem hidratos de carbono, o corpo utiliza as proteínas como fonte de energia, gastando apenas uma pequena percentagem de gordura. O que se perde em maior quantidade é, assim, massa muscular.

 

Dicas para uma vida saudável

Pratique exercício no mínimo três vezes por semana. Encare o desporto como um compromisso, descanse – algo fundamental para a regeneração do tecido muscular e a manutenção dos níveis de energia – e reponha diariamente todos os nutrientes necessários ao organismo, sem restrição absoluta de nenhum.

Hidratos de carbono: arroz, grãos, raízes e tubérculos, preferencialmente complexos e integrais (arroz integral, aveia, quinoa, lentilhas, beterraba).

Proteína, importante para a reparação e crescimento do tecido muscular e o funcionamento das células. Encontre-a em quantidade avultada em ovos, carne e peixe (preferencialmente grelhado, cozido ou assado).

Gorduras, que fornecem energia ao organismo. As mais saudáveis encontram-se no azeite, abacate, óleo de coco, frutos secos, carne e peixe.

Vitaminas e minerais, fundamentais para o bom funcionamento do organismo e seus processos. Encontre-as em frutas e legumes.

Água, o nutriente necessário em maior quantidade para o equilíbrio do nosso organismo.
Além destes cuidados, faça refeições pré e pós-treino equilibradas. As necessidades nutricionais dependem de fatores como a idade, sexo, composição corporal e tipo, intensidade e duração do treino.

Refeição pré-treino: Faça-a entre 2 horas e 30 minutos antes da prática desportiva e privilegie hidratos de carbono de qualidade e fontes de proteína. Aveia com iogurte natural, queijo fresco com maçã e panquecas de farinha de coco e banana são algumas das opções.

Refeição pós-treino: Escolha hidratos de carbono de elevado índice glicémico (banana, uvas, batata-doce), proteína (ovos, carnes magras) e alimentos ricos em antioxidantes (frutos secos, frutos vermelhos).
Antes, durante e após o treino: Beba água.

 

Vanessa Silva

Consultora Solfut – IHTP

 

Pedro Neves

Personal Trainer

Eugénios Health & Spa Club

Corpore Sano Health Club

 


Subscreva o nosso blog!

 


5 responses to “Alimentação Saudável e Treino Personalizado: Dupla de Sucesso!”

  1. Namira Marcos Sanca diz:

    muito obrigada pela dica!

  2. Excelentes dicas!
    Muito obrigado Vanessa Silva e Pedro Neves!

  3. Grandes dicas!
    Especialmente as da alimentação. Pois estar consciente de todo o que se come tem sido um desfio constante que tenho vindo a melhor significativamente. Estar rodeado das pessoas certas ajuda muito.
    Obrigado pela informação.

    • Vanessa Silva diz:

      Muito obrigada Edgardo.
      De facto é muito importante o auto-cuidado e nesse sentido a alimentação e o exercício assumem dois papéis muito importantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.