Disciplina Militar: Conheça os 3 Pilares!

Disciplina Militar: Conheça os 3 Pilares!

A disciplina militar é um tema amplamente debatido na liderança de empresas. Há várias maneiras de a interpretar, mas todas elas têm a mesma finalidade: tornar quem a pratica uma pessoa melhor em determinada área ou situação.
Neste artigo, debruçamo-nos sobre os 3 pilares da disciplina militar e damos-lhe dicas para alcançar os seus objetivos e ser bem-sucedido no trabalho e na vida pessoal.

 

Os 3 pilares da disciplina militar

 

1. Determinação

A determinação advém da vontade de fazer algo.  Implica que se tenha em mente, de forma clara, a imagem de onde se está, para onde se quer ir e qual o caminho a percorrer. É uma motivação intrínseca que, vinda da essência, dificilmente será abalada pelas dificuldades que possam surgir do exterior.
Estar determinado é acreditar que a visão que se tem é real, mas que simplesmente ainda não se materializou. Mas aquilo em que se acredita deve ser nítido, porque, sem saber exatamente o que se quer, não há como lá chegar.
Peguemos no exemplo prático do salto da vala, um conhecido exercício de disciplina militar. Como o próprio nome indica, trata-se uma vala com 3 metros de comprimento que deve ser transposta através de um salto. A melhor forma de a conseguir transpor é imaginar-se do outro oposto. Acreditar que é capaz, estudar e treinar a melhor técnica e, por fim, saltar, transpondo a vala.

 

2. Ação

Para cumprir um objetivo a que se propõe, deve ter determinação, motivação, vontade e crença. Estas palavras remetem para atitudes positivas e potenciadoras, mas não levam a lado nenhum se não houver ação.
Há várias teorias de como se deve pensar e sentir para se conseguir algo. É certo que o estado mental desempenha um papel importantíssimo, mas sem ação de pouco vale. É como ter um carro com um motor potente, mas sem rodas. O motor pode aumentar as rotações, acelerar a fundo e até fazer um barulho ensurdecedor… sem nunca sair do sítio!
A melhor estratégia para fazer o que tem que ser feito é através da capacidade de associação. A disciplina militar ensina-o a associar-se ao resultado que quer atingir – criando imagens, sons e sensações positivas –, ao mesmo tempo que faz uma associação entre o hipotético insucesso no cumprimento do objetivo e a dor que sentirá.
Atingir aquilo a que se propõe implica treino. Assim, quem não é capaz de saltar a vala deve treinar para o conseguir. O truque passa por, ao lado da mesma, desenhar uma risca com um comprimento de 3 metros e praticar, ganhar técnica e confiança.
Quando se consegue saltar a vala, fica-se um passo mais próximo de concluir a instrução militar com êxito (PRAZER). Assim, fica esquecida a DOR que se sentiria pelo facto de ter de enfrentar a família, dizendo que chumbou no curso por não conseguir realizar o exercício.

 

3. Persistência

A persistência é a ação que, quando repetida várias vezes, avaliada e melhorada, nos leva ao sucesso. Alcançar este pilar da disciplina militar só é possível ampliando a capacidade de associação de DOR (aos resultados não desejados) e de PRAZER (aos resultados pretendidos).  A conjugação de ambas vai levar a pessoa a insistir na tarefa que a fará chegar ao destino desejado.
Quando o combatente treina ao lado da vala, usando a técnica certa e pensando na vergonha que passará se chumbar e no orgulho que sentirá se passar, persiste até ser fácil dar o salto.
A persistência leva a ação a outro nível. Na medida em que haverá uma altura em que este consegue alcançar o objetivo inúmeras vezes sem muito esforço, de forma natural. É um sinal de que atingiu a memória muscular e de que tem técnica suficiente para dominar a vala e não se deixar dominar por ela. Constata-se, assim, que alcançou o SUCESSO.

 

Seguindo os pilares da disciplina militar, o sucesso está ao alcance de todos. Basta saber onde quer ir, ter determinação, ser persistente e estar disposto a corrigir a abordagem e a melhorar o processo.

 

Edgardo Lopes

Sargento do Exército Português

Consultor IHTP Academia de Liderança

 


Subscreva o nosso blog!

 


2 responses to “Disciplina Militar: Conheça os 3 Pilares!”

  1. Enrique diz:

    Com efeito, estes três pilares da disciplina militar já vêm definidos no livro do Napoleão Hill “As Leis do Triunfo”. Na sua p. 108, Napoleão Hill diz-nos: “Qualquer objectivo principal definido, deliberadamente fixado na mente e nela conservado, tendo-se a determinação de realiza-lo, acaba por saturar todo o subconsciente até influenciar automáticamente a acção física do corpo, para a consecução do referido propósito.”´
    É dizer, um objectivo principal definido levar-nos-à a um esforço conjunto e organizado (planeamento) que disparará a acção suficiente e necessária para a consecução do objectivo previamente definido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.