Alimentação Saudável na prevenção e combate das doenças!

Alimentação Saudável na prevenção e combate das doenças!

Uma alimentação saudável é uma condição fundamental para um estado pleno de saúde e bem-estar. A ingestão de alimentos como fruta, vegetais, gorduras boas, proteínas magras e hidratos de carbono complexos permitem a manutenção equilibrada do funcionamento do corpo humano. Estas reduzem a possibilidade do aparecimento de doenças e combatem outras já instaladas no organismo.

Uma alimentação saudável é fundamental para um estado de saúde e bem-estar físico e mental. Aliada a uma prática de exercício físico regular e a um sono reparador, a alimentação influencia o estado de saúde. De facto, existem vários fatores que contribuem para o aparecimento de doenças crónicas e degenerativas. Por exemplo, as más práticas alimentares, sedentarismo, tabaco, stress e ansiedade, entre outros. A combinação de alguns destes fatores aumenta de forma significativa a ocorrência de um problema cardíaco ou cerebral vascular ou o aparecimento de doenças crónicas.

No entanto, a alimentação constitui sem dúvida um dos principais fatores responsáveis pelo desenvolvimento destas enfermidades. Vilões como a obesidade, o cancro, a diabetes, as doenças cardiovasculares ou hipertensão arterial fazem parte do nosso dia-a-dia.

A ingestão regular de alimentos saudáveis permite não apenas prevenir o aparecimento de doenças, como também combater e reverter a situação de fragilidade e debilidade instalada no organismo durante a propagação de uma doença, através do fortalecimento de nutrientes essenciais e desintoxicação.

 

# Alimentação Inadequada

Apesar de reconhecida como fundamental para a manutenção do bom funcionamento do organismo, uma alimentação saudável não marca ainda o dia-a-dia da maioria da população mundial. Hábitos alimentares inadequados, tais como o consumo excessivo de gorduras trans saturadas (processadas industrialmente), de açúcar, de sal e de carne processada são um problema visível.

Contribuem para hábitos alimentares inadequados a insuficiente ingestão de fruta, de hortícolas, de frutos secos, sementes e água constituindo também um dos principais motivos para o desenvolvimento de uma alimentação pouco saudável e prejudicial ao bem-estar do indivíduo.

 

# Alimentação Saudável e Bio-Individualidade na Prevenção das Doenças

Uma alimentação saudável não se pode definir como uma receita universal aplicável a todos. Esta deve respeitar a bio-individualidade e características próprias de cada pessoa ao mesmo tempo que é equilibrada e variada. Nem todas as opções saudáveis terão o mesmo efeito nos diversos organismos. Deste modo é importante respeitar as intolerâncias e especificidades de cada corpo.

Contudo, é possível identificar princípios básicos que devem orientar esta relação entre as práticas alimentares e a prevenção de doenças.

Uma prática alimentar saudável rica em vegetais, frutas, hidratos de carbono complexos, leguminosas, peixe, carnes magras, antioxidantes, vitaminas, minerais, gorduras boas (polinsaturadas e monoinsaturadas, presentes por exemplo no peixe, abacate, azeite extra-virgem, frutos secos, etc) e fibras é potenciadora da saúde, para além de contribuir para a diminuição do peso corporal, triglicerídeos, hipertensão arterial, risco de doenças cardiovasculares, índice glicémico, colesterol, entre outros fatores de risco.

 

# Respeitar as refeições

Para uma alimentação saudável, o respeito das variadas refeições ao longo do dia é também essencial. O dia deverá ser organizado de forma que o nosso corpo seja nutrido as vezes necessárias. Os alimentos devem ser distribuídos pelas 24 horas que o dividem. O consumo excessivo de alimentos de uma só vez apenas contribui para uma sobrecarga do organismo que é pouco saudável.

É importante tomar sempre o pequeno-almoço. Realize pequenos lanches a meio da manhã e da tarde, que permitem o equilíbrio da ingestão de alimentos durante as principais refeições do almoço e jantar, e balançar melhor a quantidade diária de alimentos a ingerir.

 

# Combater a Inflamação

A escolha dos alimentos que comemos e que optamos por não ingerir pode ter um efeito direto nos níveis mais elevados ou diminuto de inflamação no nosso corpo. A inflamação consiste na defesa natural do corpo humano contra células danificadas, vírus, bactérias, etc.

O objetivo é a remoção destes invasores prejudiciais e a cura. No entanto, por vezes esta defesa pode reverter em resultados negativos. Quando o sistema imunitário se torna sobre reativo, o nosso organismo é invadido por células defensoras e hormonas que danificam os tecidos.

A inflamação está na base da maioria das doenças que se propagam pelo organismo humano. Desta forma, é essencial conhecer quais os alimentos que favorecem os níveis de inflamação. Estes são o açúcar, as carnes, os lacticínios, os hidratos de carbono refinados e as gorduras trans saturadas.

Por outro lado, alimentos como o azeite, vegetais de folhas verdes, frutos secos, fruta, gengibre, entre outros, são excelentes anti-inflamatórios.

 

# Água: Fonte de Purificação

Para além da importância dos alimentos que ingerimos para a prevenção de doenças, a combinação de uma ingestão de água adequada é fundamental. Beba água várias vezes ao dia. Assim, permite não só eliminar as toxinas que se vão acumulando no organismo, como também facilita o bom funcionamento dos órgãos do corpo humano e alcaliniza o pH do sangue. A desintoxicação do organismo, o seu bom funcionamento e a alcalinidade são fatores essenciais para o não desenvolvimento de doenças.

 

Em suma, uma alimentação saudável permite manter os níveis de energia e os nutrientes necessários ao funcionamento equilibrado do organismo, promovendo um estado de saúde mental e física. As doenças crónicas e degenerativas apenas propagam-se em organismos debilitados e fragilizados, para os quais em muito contribuem as práticas alimentares inadequadas.

Nós somos aquilo que comemos e manter uma alimentação saudável é sinónimo de vida saudável.

 

Vanessa Silva

Consultora IHTP Academia de Saúde e Bem Estar

 


Subscreva o nosso blog!

 

4 responses to “Alimentação Saudável na prevenção e combate das doenças!”

  1. Maria José diz:

    ” É importante tomar sempre o pequeno almoço. ”
    E o que aconselha para esse pequeno almoço?

    Muito interessante estes textos sobre alimentação. Há 10 anos que me interesso por este tema.
    Gratidão imensa.
    Maria José Almeida

    • Anabela Trindade diz:

      Gratos pelo seu comentário.
      O tema pequenos almoços saudáveis será abordado em maior pormenor num artigo aqui no blog para breve .
      Teremos sempre em atenção a estação do Ano pois as necessidades do corpo alteram-se com o ritmo das estações.
      Se pretender sugerir mais alguns temas teremos todo o prazer em ir respondendo às suas dúvidas.
      Bem haja

  2. Elisa Cunha diz:

    Este artigo está fantástico, nós somos o que comemos, se tivermos hábitos alimentares corretos e saudáveis a saúde será excelente. Não é fazer dietas durante algum tempo e depois volta tudo ao mesmo, é aprender a fazer uma alimentação equilibrada que perdure no tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *