Massagem Ayurvédica: Equilíbrio da Mente e do Corpo

Massagem Ayurvédica: Equilíbrio da Mente e do Corpo

Massagem Ayurvédica: Apresentação

Massagem Ayurvédica é uma das terapias tradicionais que favorece o equilíbrio físico e mental. Este tipo de contacto é uma combinação de estímulos para proporcionar um relaxamento profundo e permitir desbloquear as áreas com maior necessidade de tratamento.

Sabia que o toque das mãos é também uma forma de comunicação?

Pois é verdade, todas as formas de toque com as mãos, comunicam uma subtil e importante mensagem. Nos próximos tempos, vamos criar e desenvolver um tema, desconhecido por muitos, mas a partir do qual pretendemos dar a conhecer o como se deve fazer para transmitir, por meio de uma YAM, uma poderosa mensagem terapêutica. Isso é possível porque o sistema ayurvédico de saúde proporciona a mais abrangente de todas as estruturas terapêuticas de massagem que existem no mundo.

A essência da compreensão do sistema ayurvédico está na compreensão do prana ((pra = antes, ana = sopro; a força vital; vayu; Qi; Ki; Chi. Nasce do substrato da consciência pura com inteligência (agni) e amor (soma); juntos criam a consciência individualizada.

Pranas principais

No corpo humano existem cinco pranas principais:

  • Prana;
  • Apana;
  • Samana;
  • Udana e vyana.

Prana também é o nome específico do principal dos cinco pranas do corpo, chamado de sopro exteriorizante, que reside na cabeça e no coração)).

No corpo, não há nada mais subtil que o prana. Até um processo mental subtil, como o pensamento, pode ser compreendido e utilizado e pode tornar-se objeto de raciocínio. Com o prana não é assim, pois ele é inatingível e inconcebível. Dá poder e força à mente e ao corpo e é intimamente ligado à alma. Na Ayurvédica , manifesta-se sobre a forma dos três humores (Doshas) – um conceito singular que resume em si várias funções do corpo; as forças que equilibram os cinco elementos no corpo. Os “humores” são três: vata (vento), pitta (fogo) e kapha (água)).

Sem uma boa compreensão do prana e das cinco funções que desempenha no corpo, a Yoga Ayurvédic Massage não pode ser compreendida enquanto ciência terapêutica. Como ocorre com muitos outros métodos que provêm da tradição védica indiana, a apresentação que se faz da massagem ayurvédica no Ocidente geralmente não comporta os aspetos subtis que fazem dela uma verdadeira terapia de cura. São esses segredos, coligados ao uso de óleos e plantas medicinais, que diferenciam a massagem ayurvédica de outros métodos de trabalho corporal.

Objectivo da Massagem Ayurvédica

É importante que, para se trabalhar com a massagem ayurvédica, se tenha consciência e conhecimento desse sistema terapêutico que permita a sua correta aplicação para o bom funcionamento e equilíbrio do complexo corpo-mente-espírito. Com efeito, o objetivo principal da massagem ayurvédica é o de harmonizar o Vata Dosha, ou seja, o humor que controla o movimento e tido como a principal causa das doenças da atualidade.

As terapias ayurvédicas podem ser classificadas em dois diferentes vetores:

1) As terapias de fortalecimento;

2) As terapias de redução, ou Brimhana e Langhana.

As terapias de fortalecimento são relativamente simples e têm como grande objetivo, aumentar a força e resistência do paciente. Já as terapias de redução são mais complexas. Geralmente são aplicadas antes das terapias de fortalecimento, para limpar e preparar o sistema orgânico para a regeneração e o rejuvenescimento. A massagem ayurvédica pode ser usada de ambas as maneiras – quer para fortalecer a pessoa, quer para limpar e reduzir os excessos (conhecida por muitos como o processo de desintoxicação/ drenagem).

Veja também: Alongamentos ajudam-no a melhorar a qualidade de vida! 

Pancha Karma e as cinco terapias de redução

A massagem é extremamente importante nos tratamentos de estilo de vida e na preparação do Pancha Karma (as cinco ações; cinco terapias de redução na Ayurveda). As terapias de estilo de vida englobam as coisas que se fazem todos os dias. São essas coisas que, com o tempo, determinam a saúde, assim como é a repetição contínua de uma ação que lhe dá poder. No contexto dos hábitos quotidianos, a massagem é usada para conter Vata, o humor do vento, do ar ou do movimento.

O Pancha Karma é uma combinação de cinco terapias de redução diferentes, concebida para eliminar os excessos dos três humores. Para que essas terapias funcionem, os excessos dos humores têm de se acumular nos seus lugares próprios no tubo digestivo. Isso realiza-se de duas maneiras: o uso de óleos e a terapia de suor. A aplicação de óleo no exterior do corpo prepara-o para receber as cinco terapias redutivas do Pancha Karma. Nessa terapia, o importante é o óleo, não a técnica da massagem. O sistema é complexo e atenção, só pode ser aplicado por um bom médico ayurvédico. O resultado do Pancha Karma é a pacificação dos três humores, principalmente do Vata. A consequência disso é a saúde.

 Terapia Ayurveda – fortalecimento

Depois de qualquer terapia de redução, é preciso aplicar uma terapia de fortalecimento para recompor ou conservar a força do paciente. A terapia de redução prepara o corpo para a assimilação de remédios que vêm sob a forma de alimentos, plantas medicinais ou hábitos de vida. Se ingerir substâncias tóxicas ou se alimentar-se de pensamentos e emoções igualmente tóxicas, elas penetrarão diretamente nas camadas mais profundas do corpo – onde têm origem as doenças mais graves. O Pancha Karma é um método excelente, quando é feito corretamente e administrado no tempo correto. Nessa estratégia, a massagem desempenha um papel importante, como desempenha também na preparação para o Pancha Karma.

António Mendes Pinto

Consultor IHTP

CONHECER CURSOS IHTP

Gostou deste artigo? Visite o nosso Facebook para mais dicas sobre a Programação Neuro-Linguística e deixe-nos o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *