Vendas: 4 Dicas para não misturar amigos e clientes!

Vendas: 4 Dicas para não misturar amigos e clientes!

As vendas são processos delicados em que é fundamental separar a parte emocional da profissional. Na altura de estabelecer acordos de negócios com os seus amigos, é necessário colocar algumas questões. As principais são:

  • Será que todos os clientes são nossos amigos?
  • Os nossos amigos podem ser também clientes?
  • Será uma boa ideia misturá-los?

Estas perguntas assaltam todos os vendedores quando começam a trabalhar e, principalmente, à medida que os anos vão passando. Obviamente, quando está a iniciar-se nas vendas, os seus primeiros clientes tendem a ser pessoas que já conhece. Esta é uma estratégia mais acessível, porque já sabe quais as preferências e necessidades dos seus amigos. Contudo, com o passar do tempo, será obrigado a falar com outras pessoas, sobretudo porque terá necessidade de angariar clientes novos.

 

Separe amigos de clientes e aumente as vendas com estas 4 dicas

Há imensas regras para melhorar as vendas e gerir a interação com amigos no trabalho. A seguir, enumero as 4 principais, que aprendi ao longo de 20 anos de experiência.

 

  • Saiba que um cliente só pode ser amigo depois de comprar algo

Esta afirmação pode parecer fria e, por isso, é necessário explicá-la. As vendas constituem um processo emocional para quem compra, mas não o podem ser para quem vende. Tem de existir emoção, obviamente. Mas o técnico, que é também um consultor e vendedor qualificado, deve privilegiar a razão.

A decisão tem de ser baseada no que é melhor para o cliente. Por isso, deve ter em conta as suas necessidades, angústias e problemas. Se o vendedor perder a objetividade, não conseguirá verdadeiramente ajudar o cliente.

Assim sendo, a emoção deve ser colocada de parte no momento de escolher a melhor opção para o comprador. Este deve ser tratado apenas como cliente. Só depois de concretizada a venda deve ser encarado como amigo.

Se misturar estes sentimentos desde o primeiro momento, não encontrará a melhor solução para aquele consumidor. Não prestará o melhor serviço e, consequentemente, não auxiliará o seu amigo. Ter esta noção ajuda a melhorar relações e a construir fidelizações ao longo dos anos, além de aperfeiçoar o processo de vendas.

Para além disso, quando os seus amigos verdadeiros o procuram enquanto comercial, querem que lhes dê o melhor que tem. Procuram receber um bom aconselhamento. E isso só se consegue com uma postura verdadeiramente profissional. Abstrair-se de que aquela pessoa é sua amiga fará com que seja melhor servida. E permitir-lhe-á transformar mais rapidamente clientes em amigos!

 

  • Não esteja sempre a vender

Os seus clientes e amigos devem ter a certeza de que não irá falar constantemente dos seus produtos e serviços. Não seja aborrecido para os outros. Evite ser aquele vendedor que está sempre a falar do que vende, do que tem para oferecer e de todas as oportunidades fantásticas que tem no seu portfólio. Conhece alguém assim? Eu conheço e evito-o ao máximo.

Saber ouvir o que o cliente tem para dizer e apenas falar do seu produto ou serviço no momento oportuno é uma das chaves para o sucesso dos vendedores. Escolha a altura certa para introduzir o assunto na conversa e não seja maçador.

 

  • Mostre aos seus clientes que sabe conversar

Repare que conversar é muito diferente de falar. Implica estar ali para fazer algo mais do que abrir o seu mostruário ou apresentar as suas amostras. Significa que a sua visita tem um propósito: criar relação com o seu cliente. Isso inclui ouvi-lo como se este fosse seu amigo, o que pode ser um desafio. Num mundo em que os números e o tempo são importantes, investir alguns minutos ou horas no seu cliente pode implicar fazer opções. Essas terão de ser bem ponderadas.

  • Organize bem o seu dia

Em vendas, a organização é importante para que possa investir tempo nos seus clientes da melhor forma. Só assim a relação poderá dar frutos e conseguirá obter a rentabilidade desejada. Passar tempo com os clientes, a conhecer melhor a família, os gostos, desejos e hobbies, é um investimento. Ao sair mais fortalecida, essa relação também privilegiará a sua capacidade de influenciar positivamente o cliente para a venda!

 

Siga estas dicas e faça boas vendas aos seus futuros amigos. Se desejar obter mais conselhos para aumentar os seus resultados, descarregue gratuitamente o nosso ebook. “5 Estratégias Vencedoras Para Vender Mais!” é o guia que o pode ajudar a maximizar os seus rendimentos!

 

Cristina Sousa

Consultora IHTP Desenvolvimento de Negócios

 

CTA Ebook 5 Estratégias Vencedoras para Vender Mais

 


Subscreva o nosso blog!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *