Siga este plano para cumprir as suas resoluções de ano novo!

Siga este plano para cumprir as suas resoluções de ano novo!

O mês de janeiro é tempo de fazer um balanço do ano que passou e de projetar o que está a começar. É então que surgem as resoluções de ano novo.

Todos queremos ter um ano maravilhoso, razão pela qual damos tanta importância a este primeiro mês. No entanto, é importante reforçar que cerca de 50% dos compromissos assumidos caem por terra.

Neste artigo, vamos ajudá-lo a identificar a resolução de ano novo correta para melhorar a sua vida e a criar um plano de ação para cumpri-la. Tudo isto para que possa fazer parte do pequeno grupo de pessoas que alcançam com êxito os seus objetivos.

É importante salientar que este processo requer foco. Por isso, sugiro que o faça sozinho e com tempo. De preferência num sítio onde se possa concentrar.

 

1. Escolha o objetivo certo para o ano que está a começar

 

Comece por escrever todos os seus projetos, sonhos ou obras que queira realizar. Não se limite e escreva tudo o que lhe vier à cabeça, assumindo que tudo é possível.

Obviamente que será mais fácil cumprir os sonhos se estes forem exequíveis e tiverem algum tipo de significado para si. Por isso, dê intensidade aos seus sonhos!

Muitas resoluções de ano novo ficam pela intenção porque têm por base sonhos frágeis ou que não são corretos para a pessoa. Por vezes, são criados com base na influência de familiares ou até mesmo da própria sociedade. Noutros casos, são demasiado vagos e o cérebro não os consegue executar. Outras situações há em que a desistência se prende com a inexistência de um plano para os executar.

Nesse sentido, os seus objetivos devem ser inteligentes, ou seja, realizáveis, relevantes e com prazo determinado. Isto vai ajudá-lo a defini-los e a alcançá-los.

 

2. Organize as suas resoluções de ano novo

 

Outro conselho útil para aumentar a probabilidade de cumprir as suas resoluções de ano novo é agrupar os sonhos e objetivos por características. Assim, sugiro que os divida pelas seguintes categorias:

  • Comunidade;
  • Família;
  • Saúde;
  • Trabalho ou Carreira;
  • Dinheiro ou Finanças;
  • Pessoal;
  • Espiritual.

Esta divisão vai permitir uma evolução em várias frentes e de forma equilibrada. Dessa forma, o seu sucesso vai perdurar no tempo. Lembre-se que, como nos diz Adelino Cunha, fundador da IHTP, “uma corrente quebra pelo elo mais fraco”.

Também deve organizar os seus sonhos de acordo com o tempo que acredita ser necessário para os realizar. Esta tarefa pode ser desafiante, mas é um trabalho que tem de ser feito. Portanto, agrupe nas diferentes categorias:

  • 1 ano;
  • 1 a 3 anos;
  • 3 a 5 anos;
  • 5 a 10 anos;
  • Mais de 10 anos.

Ao fazer esta divisão pela linha de tempo em que pensa atingir o seu objetivo, deve ser realista. Vai ver que o esforço compensa. Ainda vai agradecer a si mesmo e orgulhar-se deste trabalho.

 

3. Os seus objetivos devem ser claros e mensuráveis

 

A sua resolução de ano novo deve ser absolutamente clara. Estabeleça uma meta concreta em vez de apenas dizer vagamente, por exemplo, “eu quero perder peso”. Deve definir quanto peso quer perder e em quanto tempo.

Faça uma redação, explicando o mais detalhadamente possível como se vai sentir quando olhar para o espelho e vir o seu novo corpo. Descreva o que vai ter vestido nesse momento, quanto vai pesar, onde vai estar, que emoção vai sentir, etc. Deste modo, conseguirá ver o filme a passar, criando intensidade.

Se o seu objetivo estiver relacionado com a perda de peso, mensurá-lo será uma tarefa simples. Pode registar o progresso num diário ou fazer anotações no telefone e também pode tirar fotografias para poder comparar. Isso vai ajudá-lo a reforçar o progresso, independentemente do seu objetivo.

 

4. Escolha resoluções de ano novo relevantes e exequíveis

 

É importante que as suas resoluções de ano novo sejam realizáveis. Isso não significa que não possa sonhar em grande. Contudo, tentar dar um passo maior do que a perna pode deixá-lo frustrado ou afetar outras áreas da sua vida. Em último caso, pode fazê-lo desistir dos seus objetivos.

Por exemplo, resolver poupar dinheiro para se reformar dentro de cinco anos quando tiver 30 provavelmente não é realista. Um plano mais realista é começar por poupar 50 euros por mês e gradualmente aumentar a poupança para conseguir 1.000 euros num ano.

As resoluções de ano novo que escolhe devem ser relevantes. Como tal, questione-se sobre cada compromisso a que se propõe. Este é um objetivo que realmente importa para mim? Porque quero alcançar este objetivo ou sonho?

Se não houver um sentimento forte que o puxe para a sua meta, acabará por não a alcançar. Por isso, pense com intensidade naquilo a que se propõe, de forma a moldar o seu cérebro e a estrutura da sua vida.

Deve atribuir a si mesmo uma recompensa – algo que lhe dê prazer – quando atingir um objetivo, como comprar uma camisola nova ou ir ao cinema. Pelo contrário, se não cumprir a resolução de ano novo proposta no tempo definido, deve associar a isso uma dor. Por exemplo, deixar de usar um vestido de que tanto gosta ou deixar de sair à sexta-feira à noite para se divertir.

Será muito importante criar uma lista de troféus. Isto vai permitir ganhar o hábito de valorizar as vitórias alcançadas e, no futuro, a acreditar mais em si.

 

Os meus desejos para o seu 2020!

 

O meu desejo para 2020 é que saiba para onde está a caminhar e que futuro quer construir. Encontre a paz e a alegria dentro de si, aproveite as pequenas coisas, seja mais sensato e flexível e respeite-se a si e aos outros.

Ainda há muito por fazer, mas lembre-se que já não tem todo o tempo do mundo. Por isso, está na hora de fazer o tempo valer. Tenha o melhor ano de sempre, porque é merecedor disso!

 

Em 2020, queremos que se mantenha a par de todas as novidades, cursos e artigos da IHTP. Não perca tempo e faça já a subscrição do blog para receber toda a informação no seu email.

 

Elsa Lopes
Enfermeira de Cuidados Gerais
Consultora IHTP Academia de Saúde e Bem-Estar

 

2 responses to “Siga este plano para cumprir as suas resoluções de ano novo!”

  1. Excelente artigo Elsa!
    Obrigado e parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *