Do MEDO à ESPERANÇA

Do MEDO à ESPERANÇA

O ano de 2020 foi efetivamente um ano de enorme impacto nas nossas vidas.

Para os que tiveram familiares vítimas de COVID, para os que tiveram sintomas graves, para os viram familiares a partir sem os poder acompanhar nos últimos momentos, para quem está na linha da frente dos cuidados de saúde, para os empresários e trabalhadores que viram a sua fonte de rendimento reduzir-se e em alguns casos desaparecer, para muitos foi um ano para não lembrar frequentemente.

Casos houve também que valorizaram os seus ativos, que viram as suas empresas a florescer como na zona da saúde ou do IT ou da venda de carros de luxo, que irão provavelmente dizer que foi o melhor ano de sempre.

Terminado o ano em que imperou o MEDO e até com a ajuda das vacinas que se avizinham como soluções para o mundo, impõe-se perceber que o medo prolongado cria ressaca, ou seja, após o medo a tendência é passarmos para o oposto e entrarmos em euforia, quase como se de um pêndulo se tratasse que varia entre os extremos.

Acontece que nos extremos não encontramos o verdadeiro êxito, mas sim no equilíbrio.

Passado algum tempo teremos de reequilibrar e perceber que, com os desequilíbrios aprendemos a valorizar o equilíbrio que nos dá segurança e conforto.

Uma mente em stress, sempre a saltar entre extremos, não gera felicidade. Curiosamente, uma mente sempre em equilíbrio, também não. Temos de saber viver e dosear o desequilíbrio com a zona de conforto porque sempre desejaremos o que ainda não temos.

Sabendo nós tudo isto temos de nos preparar para o 2021 que se avizinha e começar, desde já e nomeadamente desde o 1º dia do ano, a nos focarmos, não no medo, mas numa emoção muito mais positiva: a esperança.

A esperança, essa força positiva que nos faz acreditar em algo maior, que nos faz querer ir mais além, que nos faz arriscar mais, que nos faz superar as nossas limitações, que nos faz acreditar que os problemas, as dificuldades, os medos, serão vencidos.

É um sentimento poderoso que tem estado sempre dentro de todos os que triunfam e que salta, vive, dentro dos que se frustram na vida, porque sabem, bem lá no fundo de si mesmos, que nascemos para triunfar e para realizar grandes coisas.

Fica aqui o meu desejo, válido para agora mas também válido para sempre, que, sempre que sinta medo em algum momento da sua vida, não olhe para o que lhe dá medo nem olhe para fora de si. Olhe para si, para dentro de si, e verá que tem todos os recursos, todas as capacidades, toda a fé, toda a criatividade, toda a humildade, toda a motivação, toda a vontade de fazer, companheiros inseparáveis da esperança, para que você possa vencer qualquer medo e realizar qualquer sonho.

Acredite em si. Espere o melhor. Faça por isso, e os seus sonhos irão converter-se em realidade.

Um excelente ano para si.

Adelino Cunha
CEO
Solfut, Lda – I HAVE THE POWER

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *