O Coaching para aumentar o compromisso

O Coaching para aumentar o compromisso

O coaching é um processo que estabelece um relacionamento entre duas pessoas com o propósito de atingir as metas que uma delas define (o coachee), numa parceria baseada na confidencialidade, honestidade e responsabilidade. 

Esta abordagem de desenvolvimento pessoal e profissional dá a oportunidade ao coachee (cliente) de potenciar as suas capacidades, ajudando-o a encontrar em si todas as respostas e a introduzir melhorias na sua vida. Adquirir e reforçar confiança, superar bloqueios, medos e crenças, melhorar a comunicação e a assertividade, definir objetivos e desenvolver autoconsciência, são algumas das finalidades de um processo de coaching.

O Coaching é um relacionamento no qual uma pessoa se compromete a apoiar outra a atingir um determinado resultado: seja o de adquirir competências e/ou produzir uma mudança. Mas não significa um compromisso apenas com os resultados, mas sim um compromisso com a pessoa como um todo, seu desenvolvimento e sua realização. 

Coaching é mais do que treino, o coach acompanha o coachee até ao momento em que atinge o resultado. É dar poder para que o coachee produza, para que suas intenções se transformem em ações que, por sua vez, se traduzam em resultados.

Este compromisso é assente em metodologias que em conjunto com ferramentas (PNL – Progamação Neuro Linguística) nos permitem questionar o coachee para o coach apreender, aprender e ensinar.

Metodologias com princípio e fim: o coaching tem de ter resultado. O Coachee passa a meta!

 

“O coach é o coche que transporta o coachee, que lhe comunicou o destino, e que o acompanha até o coachee lá chegar.”

 

No coaching não existe fracasso, apenas feedback, ou seja, o resultado não sendo o desejado dá feedback e aí o coach questiona o coachee: Como quer obter outro resultado? O que vai fazer?

O coaching tem de criar dor porque a maior parte das pessoas são de afastamento (90%) e o restante de aproximação (10%). A ação tem de ter um propósito e sabemos pela lei de pareto que na atividade da ação 80% da sua produtividade depende de 20% das suas ações.

Todas as metodologias no coaching partem de uma situação atual para uma situação desejada do coachee e para isso o coach tem que validar as tarefas que o coachee se propõe realizar em prol do resultado desejado, dando sempre consciência ao coachee do compromisso, ao não realizar as tarefas para obter o resultado será sujeito a uma penalização, assim como o contrário dará direito a um prémio.

Na tarefa há o compromisso: ir? quando? como? feedback? evidência? Resultado!

 

Estas metodologias, quer sejam:

 – Modelo Básico baseia-se na nitidez, ajudar as pessoas a saber dizer o que querem, mas não sendo amigos do coachee, questionar até ao osso, “partir o elefante”,etc. 

 – Método de coaching GROW (groals-reality-options-will-wrp-up) baseia-se em resumir tudo: What?, When?, Where? How Much? Obstáculo? Contingência? Alternativas? Recursos? Crença limitadora?, crença potenciadora? feedfoward’ reconhecer o que foi e não foi feito, chegamos ao resultado comemorar, não chegamos, porquê? Penalização?etc. Usar sempre linguagem positiva. Mais do que pensamento positivo deve ter ação positiva.

 – Metodo de Kiss  K(Klarification), I (imagination), S(strategy), S(start):

K – O que quer?, clarificar o objetivo do coachee;

I – Fazer perguntas poderosas: potente, determinada, rigorosa e sábia, ou seja colocar as pessoas no sonho focadas no objetivo e a ver caminhos para lá chegar; qual a evidência da realização?

S – Clarificado e testado o objetivo efetuar uma lista clara e detalhada para que tudo fique visível ao coachee;

S – 5W2H, O quê? quando? como? apoio de? Quem precisa de ser informado?

 

Pessoalmente pude compreender várias posturas, frases, sorrisos, palavras que usava no meu dia a dia que assimilei ao longo da vida, catalogando-as e arrumando-as nas respetivas “gavetas” para crescer metodicamente e para melhor ajudar todos os que necessitam ao meu redor ou que comigo se cruzam.

Hoje, tenho por missão fazer coaching para ajudar as pessoas e com excelência, quer seja life-coaching, consulting-coaching, financial-coaching, executive-coaching, project-coaching ou outro, desde que o coachee me permita intervir dessa forma e eu me sinta competente para o realizar, (caso contrário aconselho um colega que domine a área).

Este compromisso coaching vincula-se documentalmente em 3 partes:

 – Contrato entre coach e coachee;

 – Relatório do coaching validado pelo coachee;

 – Feedback.

 

Finalizo com a tomada de consciência do poder do coaching para ajudar o próximo tendo já constatado que no voluntariado e na liderança é exímio!

 

Antónia Falcão

Consultora IHTP Academia Coaching/RH

One response to “O Coaching para aumentar o compromisso”

  1. Álvaro Magalhães diz:

    Parabéns pelo artigo Antónia 👌

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *