Achismo ou Achologia: a Ciência da Quase Certeza… ou Não!

Achismo ou Achologia: a Ciência da Quase Certeza… ou Não!

Achismo é uma prática recorrente dos nossos dias. É uma tendência para avaliar situações ou emitir afirmações, seguindo apenas a sua opinião, sem explicação, motivo ou fundamento. Não tem razoabilidade, não tem racionalidade, não tem base de sustentabilidade. Esta ciência da quase certeza, que nunca a chega a ser, é vazia de conteúdo. Se é perigosa em qualquer contexto, no mundo empresarial é catastrófica.

Deparo-me diariamente com vários empresários a definirem o caminho e a estratégia das empresas da seguinte forma:

“Acho que deveríamos internacionalizar.”

“Acho que deveríamos apostar na inovação.”

“Acho que deveríamos focar no cliente.”

“Acho que deveríamos crescer.”

Como se pode ter sucesso se “acha” que o caminho a seguir é por “ali”? Imagine a seguinte situação: tem um negócio ou empresa, uma multinacional ou mesmo uma pequena PME. Junta a sua equipa, para comunicar a visão e missão bem como a estratégia a implementar para alcançar os diversos objetivos. Começa a reunião, transmite à equipa que acha que “esta” deve ser a visão e missão e que acha que a estratégia, ou seja, o caminho a seguir, deve ser por “ali”. Pergunto-lhe: o que vai pensar a equipa? E digo-lhe. Vão pensar: “Ele, o nosso líder, “acha”… Estamos tramados, ele não acredita, ele não confia…”.

Acho, Acho, Acho… Deito as mãos à cabeça e pergunto a mim próprio: como é possível? Acho? Uma palavra que encerra em si mesma tanta incerteza, descrédito e falta de confiança. É tão simples mudar. Para começar, treine e comece a excluir o achismo da sua mente e comunique com confiança usando “vamos”,“queremos”.

 

Em qualquer negócio, o achismo é um passo para o insucesso.

Nos dias de hoje, com uma economia global altamente competitiva na maior parte dos diversos ramos de atividade, o achismo ou a achologia, não se compadece com uma organização moderna que pretende conquistar mercados. A meu ver, este tipo de comportamentos, é meio caminho para o insucesso.

Infelizmente, este tipo de liderança e gestão é muito comum. É difícil encontrar empresas que tenham a boa prática de definir, com clareza, a sua visão e missão, bem como a sua estratégia. Para além de terem implementados sistemas de acompanhamento, medição e controlo – os chamados indicadores de performance – que permitam, atempadamente, aferir com rigor a performance empresarial.

É recorrente ouvirmos “O que não é medido não é gerido”. É algo transversal nas empresas e na nossa vida. Se quer atingir algo, não basta definir bem os objetivos, tem que ter um plano de execução, com tarefas ordenadas, datas de início e de conclusão, responsáveis definidos e um sistema de medição que ateste a boa implementação e execução.

Sente-se perdido no achismo da sua organização? Quer ter uma organização com pessoas competentes e sentir o pulso de um negócio crescente? Comece a mudar agora, contacte-nos! Na IHTP Business, temos uma equipa de consultores especializados para o ajudar.

 

Miguel Beirão

Consultor IHTP Desenvolvimento de Negócios

 


Subscreva o nosso blog!

 

3 responses to “Achismo ou Achologia: a Ciência da Quase Certeza… ou Não!”

  1. Interessante!
    Depois de ler este artigo há já algum tempo decidi deixar de achar coisas e as coisas passaram a ser melhores!
    Muito obrigado Miguel!

  2. Maria Lucília Martins Zenhas diz:

    O achismo não é concreto, não indica uma direcção a seguir, não indica um plano de acção com fases e etapas com tempos relativos a cada uma delas.
    Num plano de acção tudo fica mais claro e executável.

  3. ana diz:

    Muito bom! Finalmente encontrei as respostas que procurava!
    Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *