Como motivar o meu filho a estudar: 5 passos para o sucesso!

Como motivar o meu filho a estudar: 5 passos para o sucesso!

Como motivar o meu filho a estudar? Esta tem sido uma pergunta repetidamente feita, ao longo destes últimos anos por vários pais que nos procuram para os ajudarmos a motivar os seus filhos a estudarem um pouco mais e a melhorarem os seus resultados escolares. Por um lado, não lhe vou mentir, nem sempre é um processo fácil porque implica um compromisso também dos pais; por outro, também não existe uma fórmula mágica. Pela minha experiência, alguns passos dados na direção certa permitem alcançar um maior sucesso escolar. Nesse sentido, quero partilhar consigo 5 passos para o sucesso:

 

1. Ajude o seu filho a sonhar

Se quer que o seu filho esteja motivado, ajude-o a encontrar as suas paixões ou sonhos e associe-os à parte escolar. Se o seu filho quer ser Youtuber, alimente esse sonho e pergunte-lhe que competências precisará apreender. Facilmente poderemos mostrar como as línguas, a matemática ou as artes poderão ser importantes para o seu futuro profissional.

 

2. Defina objetivos escolares com o seu filho

No início de cada período escolar, ajude o seu filho a definir para cada disciplina, que nota ele quer e acredita que é capaz de alcançar. Pergunte-lhe e escute-o, não critique ou faça juízos de valor, o objetivo é dele. Ao fazer uma média das notas definidas ele encontrará um objetivo mais claro para atingir. Uma situação é estudar para ter boas notas. Outra bem diferente é estudar para obter uma média de 4,5 valores, sabendo de antemão quanto quer ter a cada disciplina. Automaticamente, há mais foco, empenho e dedicação.

 

3. Estruture um plano de ação com o seu filho

Depois do seu filho ter definido os objetivos escolares, pergunte-lhe o que ele acredita que poderá fazer, que dependa apenas dele e que o poderá ajudar a alcançar esse objetivo.

Neste momento queremos que ele aponte caminhos para a sua meta. Mais uma vez, não critique ou faça julgamentos, o caminho é dele. Aos pais compete apenas escutar, apontar e ajudar a clarificar. Por exemplo, ele diz que vai ter de estudar muito – um clássico nas minhas sessões. Apenas terá de o ajudar a planear. Pergunte para que disciplinas pretende estudar, quanto tempo por dia e em que horário, se o vai fazer sozinho ou acompanhado. Onde quer estudar? Como vai estudar, lendo, fazendo resumos e apontamentos, praticando com exercícios? Quanto melhor ficar definido o plano e mais clara e determinada ficar cada ação, mais fácil será para o seu filho colocar em prática e agir.

 

4. Oriente, acompanhe e esteja presente

Neste momento o seu filho já está a colocar o plano de ação em prática. A maior responsabilidade estará do seu lado. À medida que ele vai recebendo os primeiros testes, sugiro que tenha em mente estas três importantes atitudes:

  1. O seu filho está a estudar e recebe um teste com um resultado em sintonia ou acima do objetivo definido: elogie o seu comportamento e festeje porque ele merece.
  2. O seu filho está a estudar e recebe um teste com um resultado abaixo do objetivo definido: encoraje-o dizendo algo como “filho eu compreendo que possas estar triste, mas continua empenhado como tens estado e o próximo vai correr melhor, eu acredito em ti!”.
  3. O seu filho não está a estudar, não está a seguir o plano combinado e recebe testes com resultados abaixo do definido. Tem de existir uma consequência da falha no cumprimento do plano estruturado. Não propriamente castigos nem discussões acesas mas os atos têm que ter consequências. Sugiro que experimente perguntar-lhe o que acha que seria justo como consequência por ele não estar a cumprir com o que se comprometeu. Acredite que escutará sugestões muito interessantes da sua parte.

 

5. Elogie e premeie bons resultados

No final do período festeje com o seu filho, se ele conseguir atingir os objetivos definidos. Crie uma experiência intensa. É importante valorizar o esforço feito, os resultados obtidos e explorar o sentimento de gratificação e de realização pessoal. Para amplificar o momento, pode premiar o seu filho com algo que ele deseja e que não está à espera de receber. Não tem que ser algo material mas sim algo que o faça acreditar que vale a pena estudar.

Se o seu filho se esforçou e se empenhou mas ainda não conseguiu obter os resultados que queria, siga a sugestão 4b. É apenas uma questão de tempo até alcançar o que quer.

 

Nelson Ramos

Consultor IHTP Academia de Educação

 


Subscreva o nosso blog!

 


One response to “Como motivar o meu filho a estudar: 5 passos para o sucesso!”

  1. Excelentes dicas!
    Muito obrigado pela partilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.