Pai, Mãe,..acorda!

Pai, Mãe,..acorda!

Olá querido pai, querida mãe, tudo bem contigo? Não? Eu percebo, têm sido dias, semanas e meses difíceis.  Com tudo isto da pandemia, filhos que estiveram em casa contigo, o estudo em casa a acumular com a gestão do teu trabalho profissional e mais as tarefas domésticas. Sim, tens razão para estar cansado. As tarefas são várias, o dia que só tem 24 horas e a vossa paciência já teve melhores dias. Tens razão para estar cansado. 

A minha pergunta é: O que tens feito para melhorar a situação? 

Pára 1 minuto a olhar para esta questão e pergunta a ti próprio, o que tens feito por ti?
O que tens feito pela tua família? 

Até estás a tentar implementar mudanças, mas melhorou apenas um bocadinho.
O que tens a dizer a ti próprio?

Olhando para o teu dia-a-dia, quanto mais tempo te vês a continuar no mesmo sistema, no mesmo ritmo e a sentir todos os dias ao final do dia que estás cansado da vida que tens?  Agora imagina continuares mais 1 ano ou 2 anos, nesse ritmo?
Será que mereces viver dessa forma?
E a tua família merece?

Quem é que tu conheces que tem uma família semelhante à tua e parece que está sempre tudo bem? Quem é que tu conheces que até tem mais filhos do que tu ou alguém que enfrenta dificuldades de saúde e tu olhas e parece que até são organizados, calmos e falam de uma forma diferente?

Diz-me uma coisa, tu consideras-te diferente dessas pessoas? Eles são assim tão especiais? Ou será que desenvolveram uma serie de competências para se organizarem nas tarefas, no discurso em família e gerem o tempo porque fazem planeamento?

Se alguns conseguem, tu também consegues!

Vou ser mesmo direta dizendo-te querido pai e querida mãe, terás mesmo de admitir a ti próprio que há algo que não estás a fazer bem e aceita este ponto. Isso é difícil, não é? Tens razão, eu percebo-te. Mas é importante. Sem este passo, vais continuar igual ou vais piorar. Ninguém te ensinou a fazer essa função e por isso eu percebo-te e não tens mal nenhum, não tens nenhum defeito.

Lembra-te de quem já te quis ajudar verdadeiramente e tu não aceitaste. Aquela pessoa que já se preocupou realmente contigo, mas não destes ouvidos. Foste primeiro pesquisar à internet, preferiste falar com um amigo ou foste ao médico porque estavas deprimido. 

E resultou verdadeiramente? Tens um plano de ação para seguir um novo caminho? Não?

Lembra-te de quem realmente te pode ajudar. A solução pode estar mesmo à tua frente.

 

Carina Pereira
Consultora IHTP Academia Educação

Aproveite para subscrever o nosso blog e acompanhe todos os nossos artigos da Academia de Educação. Como tudo na vida, a parentalidade tem os seus desafios, mas na IHTP podemos ajudá-lo a melhorar enquanto pai ou mãe.  Saber mais sobre educação

5 responses to “Pai, Mãe,..acorda!”

  1. Álvaro Magalhães diz:

    Tremendo Carina.
    Que grande texto😉👌

  2. Uma pura realidade dos tempos que vivemos hoje.
    Parabéns Carina Pereira, excelente texto

  3. Jorge Mendonca diz:

    Excelente artigo Carina. Muitos Parabéns!

  4. Inês Farelo diz:

    Parabéns Carina. Que artigo!
    Excelente reflexão que todos os pais devemos fazer e regularmente.

  5. Um excelente texto reflexivo, para todos os pais que estão presos num turbilhão.
    Muitos parabéns Carina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *