Vantagens e desafios de trabalhar a partir de casa!

Vantagens e desafios de trabalhar a partir de casa!

Há cerca de 20 anos que estou maioritariamente a trabalhar a partir de casa. Comecei a fazê-lo quando esta ainda não era uma prática em Portugal. Trabalhava por conta de outrem, na gestão de uma carteira de clientes B2B maioritariamente no Norte do país, enquanto representava uma empresa do Centro/Sul.

Em 2001, tive de enfrentar algumas mudanças significativas, quer a nível pessoal, quer no emprego. Mudei de projeto profissional ao despedir-me de uma empresa onde me encontrava como efetivo. Tratava-se, na altura, de um negócio sólido (hoje já não existe) e maior do que a empresa para a qual tinha sido convidado.

O desafio conquistou-me. A “atitude” fez-me fazer uma contraproposta que nunca imaginei que seria aceite. Tratava-se de uma negociação com contornos de grande ousadia para a época. Depois disso, só me restava cumprir a minha palavra.

As outras mudanças foram a compra de casa própria, o nascimento do meu filho e o despedimento planeado da minha esposa. Na altura, decidimos que seria ela a abdicar da carreira profissional para poder tomar conta do nosso filho a tempo inteiro. Esta decisão foi pensada, pelo menos, para os primeiros 3 anos.

Hoje fala-se muito do tempo que as crianças passam no infantário. Eu valorizei isso há 18 anos e hoje voltaria a tomar a mesma decisão (a dois, claro). Quem o conseguir fazer, aconselho vivamente.

Desenhe um plano para ter uma atividade profissional que lhe permita acompanhar o seu filho mais de perto. Faço-o desde o nascimento e não apenas nos poucos meses que a lei consagra.

 

Um plano inspirado em grandes empreendedores

 

Hoje, tenho o meu próprio projeto profissional que inclui trabalhar a partir de casa. Além disso, criei o meu negócio após os 50 anos. Para isso inspirei-me em grandes empreendedores que também o fizeram, entre os quais se encontra o pai do McDonald’s:

  • Ray Kroc – McDonald’s: Iniciou a rede de fast food aos 52 anos;
  • Henri Nestlé – Nestlé: Inventou a farinha láctea aos 52 anos;
  • John Pemberton – Coca-Cola: Inventou o refrigerante aos 55 anos;
  • Charles Flint – IBM: Criou o grupo de tecnologia aos 61 anos;
  • Harland Sanders – KFC: Vendeu a primeira franquia aos 62 anos.

Podemos adotar a crença limitadora de que aos 50 anos estaremos velhos para trabalhar e novos para a reforma. No entanto, nunca me identifiquei com essa frase. Em alternativa, sugiro adotar uma crença potenciadora que diz que com 50 anos teremos 20 de aprendizagem e 30 de experiência. Custa exatamente o mesmo acreditar numa ou noutra frase, mas eu optei pela segunda.

Mantive-me ligado à empresa onde apresentei a contraproposta durante 8 anos. No final desse período, despedi-me para abraçar um novo projeto noutra área de negócio. Ainda hoje sou amigo das pessoas dessa empresa, pelas quais sinto o maior carinho e consideração. Nunca esquecerei a amizade e os 8 anos que lá passei.

 

Principais benefícios de trabalhar a partir de casa

 

Pelo facto de trabalhar a partir de casa, passei a controlar o meu tempo, em vez de ser controlado pela agenda. Nesse sentido, comecei a praticar exercício físico e a poder ir ao ginásio pela manhã.

Outro das vantagens é o facto de não ter de dar satisfações a ninguém se tiver de tratar de algum assunto pessoal. Passei também a poder ir levar e buscar o meu filho à escola e a participar em reuniões de pais quando ele era pequeno. O meu filho cresceu e, apesar de já poder ir sozinho de metro, optei por acompanhá-lo de manhã algumas vezes.

Outro dos benefícios de trabalhar a partir de casa é a possibilidade de mudar de local quando me apetecer. Posso trabalhar a partir de uma esplanada quando está sol ou escolher um local mais calmo e tranquilo.

 

Quais os desafios do trabalho remoto?

 

Apesar das enormes vantagens que possa oferecer, trabalhar a partir de casa também abarca desafios. Os principais são a disciplina e controlo do tempo.

Para ter uma boa rotina, é importante levantar-se e fazer exatamente o que faria se saísse de casa: tomar banho, vestir-se e tomar o pequeno-almoço. O pior que pode fazer é não estipular horários e começar a trabalhar de pijama, ainda na cama.

Defina horas para começar a trabalhar depois de ter feito tudo o que não tem que ver com o trabalho. Comece a fazê-lo o mais cedo possível. Não se esqueça de definir pausas e horário para terminar.

No meu caso, levanto-me às 6h45 para ir ao ginásio. Depois de regressar a casa, preparo-me e inicio o trabalho por volta das 9h00. Nos dias em que não vou ao ginásio, começo a trabalhar em casa às 8h45.

Quando o meu filho tinha 1 a 2 anos, eu costumava estar no escritório de casa com a porta fechada. Definia um horário de pausa para lhe dar a sopa ao almoço e assumia as 19 horas como tempo limite para deixar de trabalhar e poder brincar com ele. Como essa regra estava estabelecida, ele nunca invadia o meu espaço de trabalho.

Se trabalhar a partir de casa, lembre-se de outra regra: não contacte clientes antes das 9h30, a não ser em países com fuso horário diferente. Até essa hora, assuma tarefas como preparar o dia e responder a emails.

É também importante não misturar o trabalho com rotinas domésticas. O meu conselho é que sejam definidas pausas para estas tarefas. Outra alternativa é fazê-las no início do dia, mesmo que isso implique começar a trabalhar mais tarde.

 

O sucesso somos nós que o criamos!

 

Trabalhar a partir de casa acarreta um grande aumento de responsabilidade. Ao fazê-lo, somos nós que construímos o nosso próprio dia. Além disso, grande parte do sucesso vai depender de nós e do nosso trabalho.

Na verdade, é o que acontece com todas as empresas e pessoas responsáveis. Por isso, quando me dizem que preferem a “segurança”, mesmo quando estão a fazer uma coisa de que não gostam, normalmente aviso: bem-vindo ao mundo da insegurança.

Ao longo do caminho, vai cruzar-se com vários desafios. O que não souber, aprenda. De preferência, faça-o com quem sabe e tem resultados. Esqueça quem apenas manda palpites!

Há uns meses, estive em conversa com uma brasileira do estado de Rondônia. Aos 73 anos, estava em Portugal a fazer um doutoramento. Perguntei-lhe qual era o seu sonho. Ela respondeu-me: encontrar uma casa em Portugal, numa aldeia bonita e sossegada com internet de alta velocidade, para poder fazer negócios com todo o mundo! Parei uns segundos e não queria acreditar no que estava a ouvir.

Trabalhar a partir de casa é algo de que gosto. Faço-o sozinho, mas também é possível fazê-lo integrado numa equipa. Preferencialmente, devem ser pessoas melhores do que eu, para que possa aprender permanentemente. É algo que não tem preço, mas que tem muito valor.

 

Na IHTP, temos as ferramentas indicadas para o ajudar a construir o seu sucesso. Conheça os nossos cursos e acompanhe os nossos artigos no blog.

 

Ver cursos IHTP

 

Jorge Mendonça
Consultor & Manager
Academia Liderança IHTP

 

4 responses to “Vantagens e desafios de trabalhar a partir de casa!”

  1. Parabéns pelo artigo Jorge! 👌

  2. Excelente artigo Jorge!
    Muito obrigado pela partilha e pelas várias sugestões!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *