Treino mental no desporto: Quando a mente potencia o corpo!

Treino mental no desporto: Quando a mente potencia o corpo!

O treino mental é a aplicação de ferramentas e técnicas mentais que potenciam o desempenho face a desafios e competições. A sua aplicação, por si só, ajuda a melhorar o rendimento desportivo, porque promove estados psicológicos altamente prazerosos. Desse modo, é possível aos atletas renderem o máximo das suas habilidades nos treinos, em competições e em provas desportivas.

 

As bases do treino mental

 

Acredita-se que as bases do treino mental poderão estar a nível pessoal e social:

  • Pessoalmente, estão relacionadas com a capacidade individual de formular objetivos e de traçar um plano de ação. O controlo das próprias emoções e a capacidade de visualização e ancoragem assumem também um papel importante.
  • Em termos sociais, têm a ver com as competências e habilidades pessoais integradas nas relações interpessoais. São bases importantes a capacidade de comunicação com os outros, a coesão, a camaradagem e o espírito de equipa.

 

Treinar o corpo e a mente no desporto

 

No treino mental, numa primeira fase de preparação, os atletas devem focar-se em visualizar. Devem antever tanto o sistema tático em geral, como as estratégias que lhe permitam concluir as suas ações com sucesso. Podem utilizar técnicas de programação neurolinguística (PNL), aliadas a técnicas de relaxamento, para alcançar melhores resultados e otimizar o desempenho.

Na aplicação das práticas de PNL, durante a visualização, há que distinguir os elementos associados dos elementos dissociados. Considera-se que quem está na imagem (ou filme mental) é designado associado e quem está fora da imagem denomina-se dissociado. O mais eficaz e poderoso para a mente é conseguir visualizar tudo na primeira pessoa, ou seja, estar associado.

 

O poder da ancoragem e da visualização

 

A ancoragem consiste num processo através do qual o atleta consegue conectar-se em termos neurológicos com um certo estado emocional. Estas âncoras podem ser ativadas de modo natural, mas também é possível criá-las intencionalmente.

No desporto, podemos facilmente observar as âncoras em vários atletas, por exemplo, quando entram em campo. Muitos cumprem uma espécie de ritual: beijam a camisola, benzem-se ou dão três passos largos antes de bater a bola. Outros adequam uma determinada postura corporal para ficarem no estado emocional pretendido, ou seja, completamente conectados com o seu “eu” interior.

Já a visualização ocorre previamente. Os atletas visualizam os passos que os levam ao resultado pretendido. Esta atividade mental vai fazer com que desenvolvam uma motivação intrínseca, além de melhorar a capacidade de disciplina, foco e autoconfiança do atleta.

A construção que cada um concebe no seu próprio filme mental irá influenciar as respostas do corpo, condicionando os resultados. No entanto, é de grande importância conseguir ter uma visualização detalhada e que seja extremamente aprazível e recompensadora.

 

Quando bem executado e orientado, o treino mental permite alcançar objetivos e até superar os resultados pretendidos. Através da aplicação de técnicas de PNL, é possível controlar as nossas emoções e desenvolver certas capacidades. Ao fim de algum tempo, a mente conseguirá ativar recursos para o sucesso de uma forma rápida e eficaz.

O alto desempenho no desporto está ao alcance de todos! Conheça os cursos lecionados pela IHTP, inscreva-se e atreva-se a chegar ao topo!

 

QUERO ALCANÇAR O ALTO DESEMPENHO

 

André Castro

Consultor IHTP Academia de Desporto

 


Subscreva o nosso blog!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *